sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Capitulo Oitenta


Casa de Sara

- Deveríamos ir na casa da namorada do João, ela sabe de muita coisa. - fala Sara sobre um suspeito que eles prenderam.
- Também acho que sabe. - diz Tiago.
- Porque não vamos lá agora.
- Você acha que ela pode fugir?
- Sim. Principalmente ela estiver envolvida.
- Vamos assim que amanhecer, estou cansado hoje.
- Tudo bem. Dorme aqui em casa. Pode dormir no quarto do Pedro.


Casa vó Olga
Cabana

- Agora estou com sono. - fala Melissa.
- A cama já está pronta.
- Obrigada.
- Se precisar de alguma coisa, chama.
Assim que ela deita pra dormir, começa a chover novamente.
Ela adormece com o som da chuva, mas acorda assustada com o barulho de um trovão e corre pra
sala atrás de Henrique.
- Melissa? - fala ele que acorda com ela ao lado dele no sofá.
- Posso ficar aqui?
- Sim. - fala ele sem entender até ouvir um trovão e a abraça fazendo ela se sentir protegida.

Resultado de imagem para abraçados no sofá

- Henrique. - fala Melissa nos braços dele.
- Sim.
- Se não parar de chover, como vamos embora?
- Não sei. Pelo menos essa é a melhor parte.
- Qual? - pergunta Melissa.
- Estar preso aqui contigo.
- Você tem razão. - fala ela virando pra ele. - Apesar do meu medo da chuva, estou feliz de estar
aqui contigo.
Em um movimento Henrique fica por cima dela e começa a beija-la.
Começa suave e entre beijos começa a tirar a roupa dela e vai beijando suavemente por todo o corpo.
Em seguida ela faz o mesmo, tira a roupa dele e vai beijando todo o corpo.
Resultado de imagem para casal fazendo amor




Casa de Miguel

- Oi dona Alexandra - fala Emilie para a mãe de Miguel quando abre a porta.
- Oi entra.
- O Miguel está?
- Ele saiu. E esse garoto lindo.
- Esse é o Cauã. Cumprimenta a dona Alexandra filho.
- Como vai dona Alexandra? A senhora que é a mãe do tio Miguel?
- Sim. E você é muito lindo.
- Será que ele demora? - pergunta Emilie.
- Ele não disse Emilie. Será que ele não foi na sua casa?
- Vou ligar lá. - diz pegando o telefone.



Casa vó Olga

- Então quer dizer que ficar preso na tempestade do outro lado, teve um lado positivo. - fala Edu para Henrique.
- Vocês precisavam era disso mesmo, pra se acertar. - fala Daniel. - Ficar os dois sozinhos sem ninguém e nada pra atrapalhar.
- Sim. Mas não pensei que fôssemos ficar juntos lá. A Melissa estava em pânico por causa dos trovões.

- Estou feliz que se entendeu com o pai. - fala Geovana.
- Eu também. - fala Melissa.
- Podemos entrar? - fala Mirela acompanhada de Fernanda.
- Claro, entra. - diz Melissa.
- Queríamos dar os parabéns pra você. - diz Fernanda.
- A gente quer saber os detalhes. - fala Mirela.
- Não tem detalhes. - fala Melissa.
- Claro que tem, como tudo aconteceu. - fala Fernanda.

Casa de Emilie

- É amanhã o aniversário da Geovana? - fala Carla.
- É sim.
- Com quem você vai?
- Vou com a Alina. Vamos amanhã Depois do almoço.
- Só vai vocês duas?
- O Cauã claro, Rafael e Felipe. Quer ir também?
- Eu iria adorar, mas não conheço ninguém.
- Fala com sua mãe que você vai.
- Eu vou falar com ela e te ligo depois.

Casa da vó Olga

- Sabe onde está sua mãe Geovana? - pergunta Henrique.
- Está lá fora com minhas tias.
- Essas são bem próximas não? - fala Fernanda.
- São sim. - fala Rafael.

- E você vai estar com ele e a mãe dele?  - fala Melissa.
- Eu disse que sim. E quero muito estar com eles.
- E a família do Fábio? Eles não convidaram você pra estar com eles?
- Sim, mas é a família do Fábio, não minha.
- Família do Cauã.
- Eu sei, gosto muito deles, mas preciso me afastar deles.
- Precisa e trouxe a sobrinha dele?
- É diferente. E ela está super afim do seu filho.
- Eu já percebi. - fala Alina.
- A minha mãe quer servir o jantar. - fala Henrique se aproximando delas e abraçando Melissa.
- Vamos então. - fala Emilie.
- Espera um pouco. - fala Alina vendo os dois próximos. - Você não esqueceu de nós contar nada Melissa?
- Você não contou pra elas? - fala Henrique surpreso.
- Não deu tempo. - fala Melissa. - Então, eu e o Henrique estamos juntos.
- Parabéns. - fala elas abraçando eles.
- Estamos felizes por vocês. - diz Alina.
- Vocês foram feitos um pra o outro. - fala Emilie.
- Depois você tem que nos contar como aconteceu. - fala Alina.